27 de maio de 2016 • 8:16 am

Blogs » Brasil » Justiça » Marcelo Firmino

Delator: ‘Nunca vi um Supremo tão merda’… A instituição em ruínas?

A corte suprema sem posição firme, acuada e tergiversando diante da horda corrupta do País

Por: Marcelo Firmino
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

É impressionante e devastador o momento político do Pais. As conversas gravadas do ex-presidente da Braspetro, Sérgio Machado, com caciques políticos brasileiros tornou explícito aquilo que para muita gente que acompanha o cenário, sem ilusões, já era o óbvio. E já era faz é tempo.

O que impressiona ainda mais é a exposição de instituições, antes julgadas fortes, que em meio aos áudios gravados se apresentam carcomidas pelo que ar de pior em conceitos. O STF, por exemplo, está pra lá de arranhado e ainda assim se mantém silente. Isso transcende a condição do ser estranho.

Imagine que o corrupto e agora delator premiado Sérgio Machado diz em alto e bom som:”“Nunca vi um Supremo tão merda.”  Isso dito e conssentido por seus interlocutores e nada acontece. O STF parece que não ouviu, não olhou e nem falou.

Sineramente, isso é praticamente renunciar ao papel de protagonista dos principios da justiça e da moralidade pública para se imiscuir na fuzarca planaltina. Portanto, remete à ruina.

A corte suprema sem posição firme, acuada e tergiversando diante da horda corrupta do País, flagrada no malfazejo. Essa é a imagem que se apresenta. Não há outra.

Triste, muito triste. Mas é real

Deixe o seu comentário