31 de julho de 2017 • 7:10 am

Brasil » Política

Denunciados por corrupção Temer e Aécio jantam juntos no Jaburu

Ministros tucanos também foram convidados para o jantar. Eles querem salvar Temer

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O sábado, 29 de julho, foi mais um dia para comensais no Palácio do Jaburu. O presidente Michel Temer chamou  para um jantar,  seu colega especial, o senador Aécio Neves (PSDB-MG). O tucano é um dos principais defensores da manutenção da aliança com o PMDB. Temer e Aécio estão denunciados no STF por corrupção.

Temer e Aécio: denunciados por corrupção

Temer também convidou para o encontro o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), uma vez que a votação do pedido de abertura do processo contra o presidente da República está marcada para próxima quarta-feira, 2. Maia, no entanto, preferiu não ir a esse jantar.

Também foram chamados os ministros Moreira Franco (Secretaria-Geral), Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) e Bruno Araujo (Cidades), ambos tucanos que querem manter seus cargos, estes compareceram.

Aécio faz parte do rol de políticos delatados pelo dono da JBS, Joesley Batista. O senador está afastado da presidência do PSDB desde que a delação veio à tona. Ele foi denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por corrupção passiva e obstrução da Justiça.

Temer quer que Aécio resista à pressão do PSDB para renunciar ao comando do partido. O presidente interino da legenda, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), defende o rompimento da aliança com o governo.

Deixe o seu comentário