30 de junho de 2016 • 8:54 am

Brasil » Política

Depois de acordo, Cunha anuncia que vai renunciar a presidência da Câmara

Para acordar a salvação do mandato de Cunha, Temer consultou Aécio Neves

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Depois de fechar acordo de salvação com Michel Temer, presidente interino da República, e receber o aval de outras lideranças políticas,  o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) avisou a aliados que renuncia ao cargo de presidente da Câmara se partidos como o PSDB e o DEM apoiarem um nome chancelado por ele para sua sucessão no comando da Casa.

As tratativas do acordo teriam sido acertadas em reunião com o presidente interino, Michel Temer, no último domingo (26), no Palácio do Jaburu.

Temer e Cunha: o acordo da salvação deles.

Temer e Cunha: o acordo da salvação deles.

Temer se mobilizou pessoalmente para articular a demanda de Cunha e destacou alguns de seus principais ministros para a tarefa. Ele tratou do assunto com o presidente do PSDB, Aécio Neves. Na análise do Planalto, o deputado Rogério Rosso (PSD-DF) tem o melhor perfil para o cargo.

Neves prometeu apoio por saber o que Cunha representa para o circuito da imoralidade em que todos estão envolvidos, mas sofre restrições dentro da base tucana, onde há nomes que não aceitam Cunha.

Deixe o seu comentário