31 de Março de 2017 • 10:48 am

Blogs » Marcelo Firmino

Deputado caloteiro, vagabundo e safado: o novo debate da Câmara

Petista acusou o relator da reforma da previdência de ser devedor contumaz do INSS. Veja o vídeo

Por: Marcelo Firmino
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O Brasil está tão de cabeça pra baixo política e moralmente falando que a quebra do decoro parlamentar já é algo rotineiro e deprimente no Congresso Nacional.

Os debates travados nas comissões e plenário refletem o nível dos homens que foram eleitos em cada unidade da Federação. Assim, o trinômio “deputado caloteiro, deputado vagabundo, deputado safado” tem dominado o plenário nas discussões, como aconteceu recentemente em um debate sobre a reforma da Previdência.

 O relator do projeto de reforma da Previdência, Arthur Maia (PPS-BA), e o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) protagonizaram a mais recente sessão de xingamentos e troca de insultos desmedidos, após Maia afirmar que o PT não fez a reforma da previdência por populismo. Chinaglia, por sua vez, disse que o parlamentar governista não tinha autoridade política nem moral para fazer a afirmação, por que o mesmo era devedor contumaz do INSS.

Depois disso, o barraco se armou e diante das câmeras e lentes da mídia nacional.

Assista ao vídeo:

 

Deixe o seu comentário