11 de março de 2017 • 10:22 am

Brasil » Política

Deputado Tiririca se rebela na Câmara contra a Reforma da Previdência

Deputado diz que com a reforma “o cara morre mas não se aposenta”

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Os protestos contra a Reforma da Previdência dentro da própria base aliada do governo Temer vão se ampliando. Ao ponto de até o deputado federal Tiririca (PR-SP) também se manifestar contra a proposta.

Tiririca: não vou votar contra o povo.

“Vou votar com o povo”, disse ele, após ser questionado sobre o projeto. Deixou claro que não concorda com o texto enviado pelo Planalto. “Do jeito que está o cara vai morrer antes chegar seu tempo de aposentadoria”, resumiu.

Sem faltar um só dia na Câmara, Tiririca só foi a tribuna da Casa uma única vez, em seus sete anos de mandato, que foi exatamente para dizer “sim” ao impeachement da presidente Dilma Rousseff. Agora ele promete barulho na Câmara contra a reforma.

Dois pontos, para ele, são fundamentais e devem ser retirados do texto da reforma. O primeiro que fixa a idade mínima de 65 anos e o segundo a exigência de contribuição por 49 anos para a aposentadoria integral.

Exatamente por isso disse estar disposto a contrariar a orientação do seu partido o PR, como fez em 2011 quando votou a favor do salário mínimo de R$ 600.

Por fim, arrematou seu protesto contra a reforma proposta por Michel Temer: “Nasci  em uma família circense pobre e não vou trair suas origens. Vou votar de acordo com a minha consciência. Não sou político, estou político. Vou votar contra o povo? Vou estragar minha carreira artística de 40 anos por causa disso? Nunca”.

 

Deixe o seu comentário