12 de Janeiro de 2018 • 4:08 pm

Brasil » Justiça

Deputados do PT querem acompanhar julgamento de Lula

Uma condenação em segunda instância pode torná-lo inelegível e até mesmo levá-lo à prisão

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Deputados do PT querem acompanhar o julgamento da apelação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no chamado processo do tríplex, da Operação Lava Jato. O TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) analisa o caso no dia 24, em Porto Alegre.

O pedido foi feito nesta sexta-feira (12) por um grupo de deputados federais e estaduais do Rio Grande do Sul, todos petistas, por meio de uma carta entregue ao presidente do TRF-4, desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz. O documento não especifica quantos e quais parlamentares estariam na sessão.

“Entendemos como essencial a garantia, por parte desta presidência, de que um grupo de parlamentares possa acompanhar o julgamento no dia 24 de janeiro de 2017”, diz a carta, assinada por seis petistas, entre eles o líder do partido na Câmara, deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS).

Julgamento

A 8ª Turma do TRF-4 julga Lula em segunda instância no dia 24 pelo chamado processo do tríplex. Na primeira instância, o juiz Sergio Moro condenou o petista a nove anos e meio de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A defesa do ex-presidente diz que não há provas dos delitos.

O julgamento em Porto Alegre é crucial para o futuro de Lula. Em pleno ano de eleições presidenciais e com o petista liderando pesquisas de intenção de voto, uma condenação em segunda instância pode torná-lo inelegível e até mesmo levá-lo à prisão.

A presença de Lula no julgamento ou mesmo em Porto Alegre nos dias que antecedem a sessão do TRF-4 ainda é incerta.

Deixe o seu comentário