2 de maio de 2017 • 10:43 am

Blogs » Marcelo Firmino

Deputados e senadores vão votar MP da parceria que vale R$ 15 bilhões

Temer quer que o Congresso vote a Medida Provisória até quinta-feira

Por: Marcelo Firmino
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Em meio à crise do País, o governo Temer quer negociar uma Medida Provisória (MP) no Congresso Nacional que vale exatamente R$ 15 bilhões.

Ela trata da “relicitação” de aeroportos, rodovias e ferrovias brasileiras. Os recursos serão drenados via PPI (Programa de Parceria e Investimentos), mas para garantir a operação desse negócio, Temer vai precisar discutir os termos e os ajustes com sua base aliada na Câmara e no Senado. Só há um problema. Falta-lhe tempo.

A questão é que essa MP passou pela Comissão Mista do Congresso no inicio de abril e teve seu relatório aprovado. Mas, se a matéria não for votada até a próxima quinta-feira, 05, perderá sua validade.

Com volume tão vultoso de recursos, a PPI pode ser a mão na roda para a montagem de novos caixas dois para deputados e senadores aliviarem as dores econômicas e financeiras nas eleições de 2018. Sobretudo, agora que o cartel de empreiteiras liderado pela Odebrecht se encontra na lama da Lava Jato.

Tudo vai depender da condução dos atores do Planalto. O governo pretende colocar a MP em votação na Câmara nesta quarta-feira, 3, e no dia seguinte no Senado. Para aprovar a matéria precisa de 257 votos.

O dinheiro enche os olhos e os valores são atrativos. E essa é uma imagem para a qual o parlamento, em sua maioria, mantém o velho olhar.

E que olhar…

Deixe o seu comentário