28 de junho de 2016 • 11:15 am

Interior » Maceió

Desvio de merenda: Prefeitura de Maceió manda advogados à PF

Operação da PF Brotherhood faz apreensões em Maceió e mais 4 municípios que fraudaram merenda escolar

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Advogados do prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB) tentam na Polícia Federal buscar informações sobre a operação Brotherhood que estourou um esquema de fraude em licitação da merenda escolar. As primeiras informações citaram Maceió e mais 4 municípios alagoanos. A PF, no entanto, não confirmou o envolvimento de gestores municipais da capital. Para entender o que houve representantes da Prefeitura da capital foram à PF.

Operação da PF contra a fraude na merenda escolar.

Operação da PF contra a fraude na merenda escolar.

Além de Maceió, a operação faz apreensões nos municípios de Girau do Ponciano, Ibateguara, Traipu e Tanque D’Árca.

A operação é fruto de uma investigação criminal da Controladoria Geral da União (CGU), iniciada em 2015. O foco da CGU foi um grupo de empresas  e gestores públicos que teriam fraudado os processos licitatórios nesses municípios, incluindo três processos de Traipu.

No caso de Maceió, a Prefeitura já disse à imprensa que só vai se manifestar depois de se inteirar do processo.

Nessa operação a PF não efetuou prisões, mas duas pessoas foram levadas para prestar esclarecimentos e serão indiciadas no inquérito que deverá ser encaminhado ao Ministério Público Federal. Entre os ouvidos está o secretário de Finanças de Traipu, Everson Fonseca.

 

 

Deixe o seu comentário