8 de setembro de 2016 • 7:41 am

Brasil

Dia da independência foi marcado por protestos contra Michel Temer

As manifestações aconteceram em quase todos os Estados do País.

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O Dia da Independência foi marcado por protestos em todo o país. Tradicionalmente marcado para a data, a manifestação do Grito dos Excluídos habitualmente sai em defesa dos direitos sociais e trabalhistas. Neste ano, o protesto ganhou conotação mais política, gritou pela saída de Michel Temer da Presidência e pela convocação de novas eleições diretas. Em todo o país, organizadores contabilizaram 181 mil pessoas nas ruas.

Além do ato no Distrito Federal, a poucos quilômetros de onde Temer participava de sua primeira cerimônia pública desde que tornou-se presidente de fato, foram identificados manifestações nos seguintes estados: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Roraima, São Paulo, Santa Catarina, Sergipe.

No geral, os atos não tiveram ocorrências graves, depredações, tampouco confronto com a polícia. Em Brasília, apenas duas ocorrências foram registradas. Uma pessoa foi detida por porte de droga e outra por ter agredido o repórter Leandro Prazeres e o cinegrafista Kleyton Amorim, do UOL, no momento em que eles entrevistavam um manifestante favorável à intervenção militar. Os jornalistas ficaram com hematomas, mas passam bem.

Deixe o seu comentário


Publicidade