9 de junho de 2015 • 12:20 pm

Brasil

Dilma critica PT, defende Levy e anuncia programa de investimentos

O programa prevê investimentos na ordem R$ 198,4 bilhões, com o objetivo de destravar a economia nos próximos anos.

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Brasil – O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, crucificado por grande parcela da militãncia do PT por conta do ajuste fiscal, agora vai  trabalhar  em paz. A direção do partido resolveu auxiliar a presidente Dilma Rousseff na tarefa de preservar o ministro. Dilma chegou a dizer em entrevista que é muito fácil tornar um Judas quem está ajudando a recuperar a economia do país.

Dilma recebeu o apoio da cúpula do partido e o congresso nacional do PT não tratará do ajuste fiscal. Dilma considera injustas as criticas a Levy, sobretudo por que, segundo disse, a responsabilidade da crise não é dele.

Concessões – Agora o foco da presidente é o Programa de Concessões que prevê a aplicação de um total de R$ 198,4 bilhões, com o objetivo de destravar a economia nos próximos anos. Os recursos serão usados em projetos de infraestrutura, pela iniciativa privada, como rodovias, ferrovias, aeroportos e portos.

Para as rodovias, serão destinados R$ 66,1 bilhões. As ferrovias receberão R$ 86,4 bilhões. Já os investimentos nos portos somam R$ 37,4 bilhões e aos aeroportos serão destinados R$ 8,5 bilhões. Do total de recursos previstos, R$ 69,2 bilhões serão investidos entre 2015 e 2018. A partir de 2019, o programa prevê investimentos de R$ 129,2 bilhões.

Deixe o seu comentário