29 de fevereiro de 2016 • 11:12 am

Brasil

Dilma escreve aos militantes do partido e diz ter orgulho do PT

Presidente diz que vive momentos dificeis e refuta ataques feitos ao ex-presidente Lula

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Depois de confirmar que não participaria das comemorações do 36º aniversário do PT, a presidente Dilma Rousseff enviou uma carta aos militantes presentes no evento. No documento que foi lido pelo presidente do partido, Rui Falcão, Dilma defendeu o ex-presidente Lula e disse ter orgulho de empunhar a bandeira vermelha com uma estrela branca do PT.

Dilma: orgulho dos petistas.

Dilma: orgulho dos petistas.

Apesar dos sinais de que as relações entre Dilma e seu partido não andam muito bem, a presidente exaltou na carta as conquistas sociais alcançadas pela gestão petista. “Colocamos, no centro das atenções do Estado brasileiro, pessoas e segmentos sociais até então invisíveis e excluídos. Uma revolução pacífica e democrática, sem paralelo em nossa história, e da qual devemos ter muito orgulho!”, escreveu Dilma.

No entanto, a presidente admite que “vivemos tempos difíceis”, e faz menção a ataques que tanto Lula, quanto o próprio PT e o seu governo vêm sofrendo. Dilma disse ser “solidária” ao ex-presidente: “O presidente Lula é um patrimônio político do nosso país e do mundo, que vem sendo duramente atacado, de forma injusta. Sou e serei solidária ao meu amigo e companheiro Lula em todas as ocasiões, e continuarei a seu lado em todas as batalhas que certamente ainda travaremos”, declarou.

Ao passo em que Rui Falcão lia a carta, a plateia formada por cerca de 1.500 militantes reagia com gritos de “Não vai ter golpe”.

Deixe o seu comentário