27 de julho de 2016 • 3:38 pm

CINEMA

Anna Muylaert participa da pré-estreia de ‘Mãe Só Há Uma’, em Maceió

Conhecida do público pelo sucesso “Que Horas Ela Volta?”, que estreou em 2015, ela estará no Arte Pajuçara nesta quarta-feira

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

24421657126_1500194dc2_k“Mãe Só Há Uma” tem sua pré-estreia nesta quarta-feira (27), no Arte Pajuçara, com a presença de sua diretora, Anna Muylaert. O filme participou de um festival em Berlim, em fevereiro deste ano, onde recebeu o prêmio de Melhor Filme Queer, do júri da revista alemã Männer, dentro do Teddy Bear Award e também foi vendido para mais de 15 países.

Produzido pela África Filmes e Dezenove Som e Imagens, o longa fala sobre identidade, autenticidade e rebeldia. Matheus Nachtergaele, Dani Nefussi, Naomi Nero, Daniel Botelho, Luciana Paes e Helena Albergaria formam o elenco da produção, que foi rodada na cidade de São Paulo. A diretora Anna Muylaert já é conhecida pelo público pelo sucesso “Que Horas Ela Volta?”, que estreou em 2015.

A sessão começa às 20h, no Centro Cultural Arte Pajuçara, em Maceió. Os ingressos custam R$20, sendo R$10 a meia entrada.

“Mãe Só Há Uma” é inspirado no caso real do menino Pedrinho, que parou o Brasil em 2002. No filme, a historia é de Pierre (Naomi Nero), um adolescente que, aos 17 anos,  descobre que foi roubado na maternidade, ainda recém nascido, pela mulher que o criou a vida toda e a quem ele chama de mãe.  Ele é obrigado a trocar de família, de nome, de casa, de escola, em meio a seu processo de individuação.

Matheus Nachtergaele interpreta o pai do adolescente e a atriz Dani Nefussi  vive um duplo papel como as duas mães do protagonista, Gloria e Aracy. O jovem Naomi Nero atua como Pierre e os atores Daniel Botelho e Lais Dias interpretaram os irmãos do protagonista. O elenco também conta com a uma participação do cineasta alagoano René Guerra, que trabalhou na preparação dos atores do filme.

Confira o trailer:

ANNA MUYLAERT

23821069933_87b0f2d3d9_z

Cineasta paulista Anna Muylaert

Anna Muylaert nasceu em São Paulo, em 1964. Estudou cinema na ECA / USP e dirigiu vários curtas, entre eles o premiado A origem dos bebês (melhor filme festival de curtas de São Paulo). Assina a direção dos longas-metragens Durval Discos (melhor filme, júri, crítica e público no Festival de Gramado 2002), É Proibido Fumar  (melhor filme do júri e da crítica no Festival de Brasília 2009) e Chamada a Cobrar (2013). Escreveu críticas de cinema para o Estadão e para a Revista Isto É.

Anna trabalhou na equipe de criação das séries de TV infantil Mundo da Lua e do icônico Castelo Rá-Tim-Bum, na TV Cultura. Ela também colaborou nos roteiros dos longas O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias e Xingu, ambos de Cao Hamburger, Praia do Futuro, de Karim Aïnouz e nas séries de TV Filhos do Carnaval, Alice e Preamar, para a HBO. Em 2013 dirigiu o Telefilme Além de Tudo me Deixou mudo o violão e a série de TV Canalhas, do GNT.

Em 2015 lançou Que horas ela volta?, filme que ganhou vários prémios internacionais entre eles o prêmio especial do júri no Festival de Sundance e o prêmio do público de melhor filme da seção Panorama do Festival de Berlin 2015. O filme foi vendido para mais de 30 países e no brasil teve cerca de 500 mil espectadores.

 

Deixe o seu comentário


Publicidade