24 de agosto de 2015 • 7:57 am

Política

Diretórios do PMDB preparam carta propondo saída do governo Dilma

As denúncias de que Michel Temer estaria envolvido na Lava Jato irritaram os peemedebistas.

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O fato do vice-presidente da República ter sido citado na Operação Lava Jato pelo delator Júlio Camargo ampliou as insatisfações dentro do PMDB.

Estranhamente, a revolta nunca é com o judiciário ou próprios delatores, mas com o governo de Dilma Rousseff.

Tanto é assim que os  presidentes de diretórios do PMDB, em cada Estado, preparam uma carta aberta a Temer pedindo que ele abandone imediatamente a articulação política do governo.

Temer, segundo as informações, articulava nos bastidores para ficar no lugar de Dilma

‘O grupo também deve engrossar o coro dos setores que pedem a antecipação do congresso do partido, previsto para novembro, que vai deliberar sobre a permanência ou não do PMDB na base aliada da presidente’, diz.


Deixe o seu comentário