7 de novembro de 2015 • 10:46 am

Blogs » Fátima Almeida

Em análise: Governo não descarta antecipação do 13º salário do servidor

Pleito dos lojistas foi feito esta semana. Governador diz que está tentando.

Por: Fátima Almeida
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

dinheiroUm apelo feito esta semana, pelo presidente da Federação de Comércio de Alagoas (Fecomércio-AL), Wilton Malta, ao secretário de Estado da Fazenda, George Santoro, pode ter uma resposta positiva. O governo não descarta a possibilidade de antecipar o pagamento do 13º salário dos servidores púbicos para a primeira semana de dezembro, para ajudar os lojistas a driblarem a crise, aquecendo as vendas antes do natal.

E quem deixou isso claro foi o próprio governador Renan Filho, ao ser indagado sobre a proposta da Fecomércio: “Vamos tentar. No começo do ano, vocês me perguntavam se iria conseguir pagar os salários em dia. Estamos pagando; no meio do ano me perguntaram se iria conseguir pagar o 13º este ano; hoje já me perguntam se poderemos antecipar o pagamento. Eu respondo que continuamos tentando”.

Para um bom entendedor, a tradução é: vamos ver o que podemos fazer. A resposta concreta deve sair depois de uma conversa entre o governador e o secretário George Santoro, que deve acontecer esta semana.

O pedido de Malta, feito na quarta-feira (4), durante reunião com o Secretário da Fazenda, revela a preocupação com a situação do comércio alagoano que, na sua avaliação, pode se agravar se o cenário econômico permanecer como está. “Sabemos que é uma situação nacional, mas se tivermos possibilidade de usar de alguns artifícios que possam dar fôlego ao setor, é válido”, ponderou Malta.

Ele sugeriu que essa antecipação seja feita dividida por faixa salarial, para aliviar o impacto nas contas do governo.

A reunião entre Wilton Malta e George Santoro não foi aberta à imprensa, mas, segundo foi divulgado pela assessoria da Fecomércio, o secretário foi receptivo à ideia, disse que o governo tem consciência da situação vivida pelo comércio, e que existe, sim, a intenção de antecipar o 13º. Mas é preciso analisar os n úmeros cuidadosamente, e isso será feito junto com o governador.

Quem sabe, né?

Deixe o seu comentário