23 de maio de 2017 • 7:05 am

Brasil » Corrupção

Em vídeo Renan defende renúncia de Temer, mas é contra impeachment

Senador diz que País não aguentaria novo impeachment e propõe Constituinte em 2018. Assista o vídeo.

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O senador Renan Calheiros, líder do PMDB no Senado, disse nesta segunda-feira, 22, que o impeachment do Michel Temer seria traumático e que o Brasil não aguentaria mais um processo como esse. No entanto, o senador defende a renúncia Presidente e a eleição indireta para o nome de transição até as eleições de 2018.

Renan defende renúncia de Temer

Pelas redes sociais, Renan Calheiros aparece em um vídeo em que sequer considera a continuidade de Temer no comando do País. Mas, ainda no vídeo, que circulou no perfil dele no Facebook, Calheiros questiona a OAB e diz que a instituição cometeu um equívoco ao pedir o impeachment do Presidente da República, considerando o fato, segundo ele, de que o País não aguentará.

Para o senador,  processo de afastamento não traz solução para a crise e pode agravá-la. Ele defende ainda a construção de uma “saída” para garantir eleições em 2018 e uma assembleia nacional constituinte.

Diz aindas que “fora isso, é o imponderável”. Em seguida diz ter convicção absoluta de que Michel Temer compreenderá seu papel e ajudará na construção de uma saída para a crise.

Depois do pronunciamento, interlocutores do PMDB disseram que Renan deve se reunir esta semana com lideres de partidos para que possam substituir Michel Temer e assim serem colocados para uma eleição indireta

Veja o vídeo de Renan:

 

 

Deixe o seu comentário