3 de setembro de 2015 • 6:22 pm

Economia

Empresa da França vai investir no APL de Fruticultura do agreste

A proposta é construir uma estação de abastecimento de água na região.

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
APL de fruticultura.

APL de fruticultura.

A empresa francesa LMS Water estuda a implantação de uma estação de tratamento de água na região de Estrela de Alagoas, para beneficiar o Arranjo Produtivo Local (APL) de Fruticultura no Agreste. Representantes da empresa estiveram visitando o município.

De acordo com o diretor responsável pelo projeto, Arnaldo Beschants, a empresa tem um segmento voltado ao semiárido brasileiro e faz intervenções em locais de vulnerabilidade. O trabalho vai além do tratamento da água e visa uma mudança completa na região.

“Nossa ideia é implantar dessalinizadores, um container com computadores para trabalhar a inclusão digital, além de uma sala de aula, que deve funcionar com um espaço de aprendizado para diversas áreas, inclusive economia doméstica. Em uma segunda etapa, o objetivo é desenvolver o comércio local, gerando emprego e renda”, explica Arnaldo Beschants.

Para a gestora do APL Fruticultura no Agreste, Rosete Alves, o projeto surge em um momento bastante oportuno, pois uma das principais carências na região é a falta de água. “Nós passamos muitos problemas por conta da água e com as soluções certas, poderemos ultrapassar as barreiras e ampliar o desenvolvimento em Estrela de Alagoas”, justifica.

Durante todo o dia, os representantes da LMS Water conheceram o município de Estrela de Alagoas para analisar quais os melhores locais para a implantação do sistema. Eles também conversarão com cooperativas e associações da região para se situarem em relação ao contexto onde está inserida a área.

O APL Fruticultura no Agreste integra o Programa de Arranjos Produtivos Locais (PAPL), coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) em parceria com o Sebrae.

 

Deixe o seu comentário