11 de Janeiro de 2018 • 12:04 pm

Bleine Oliveira » Blogs

Empresários ameaçam rodoviários se Rui não aumentar passagem para R$ 4,02

Empresas pedem aumento de tarifa sem comparação com o índice da inflação oficial

Por: Bleine Oliveira
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Enquanto trabalhador assalariado teve reajuste de 1,81%, empresas de ônibus querem 15% de aumento no preço da passagem.

Depois de uma manobra pra tentar evitar as críticas, os donos de empresas de ônibus confirmam o que foi divulgado pela mídia, na terça-feira, 9.

É mesmo de 15% o reajuste que pedem para o preço da passagem urbana. Ou seja, os empresários querem que o prefeito Rui Palmeira aumente o valor da tarifa dos atuais R$ 3,50 para R$ 4,02.

Alegam que estão tendo prejuízo, e apontam duas causas:

1 – Diminuição do número de passageiros.

2 – Aumento no preço do diesel.

Para mostrar que não estão brincando, ameaçam motoristas, cobradores, fiscais e outros funcionários com demissão, se o reajuste não for autorizado.

“O aumento manterá os postos de trabalho…,  além de evitar também, as possíveis demissões causadas pelo atual prejuízo da perda de passageiros”.

Mas prometem que o aumento de 15% “trará melhoria na qualidade dos veículos e no atendimento”.

Quem acredita, levante o braço!

O governo Temer reajustou o salário mínimo em 1,81%, o que fez o valor passar de R$ 937 para R$ 950.

Bem abaixo da inflação e longe, muito longe, dos 15% que os donos de empresas de ônibus de Maceió estão cobrando.

Qual trabalhador suporta isso??

Punossasinhora!

 

Deixe o seu comentário