30 de agosto de 2016 • 3:43 pm

Economia

Empresas de combustíveis sonegam R$110 milhões em 5 anos no Estado

Auditoria da Sefaz descobriu a sonegação e cobrou o ICMS devido pelas empresas

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Alagoas revende a gasolina mais cara do País, mas empresas do setor de combustíveis e gas no Estado estavam há cinco anos sonegando impostos, segundo levantamento realizado por auditoria da Secretaria da Fazenda, o que representou um volume de recursos sonegdos na ordem de R$ 110 milhões de ICMS.

Empresas sonegavam ICMS há 5 anos

Empresas sonegavam ICMS há 5 anos

A Secretaria da Fazenda está anunciando a recuperação dos recursos sonegados, representando assim um incremento de 50% na arrecadação do mês de agosto.

Segundo o secretário de Fazenda de Alagoas, George Santoro, ressaltou que o incremento na arrecadação chega em um bom momento e garante maior fôlego às administrações estadual e municipais no período de crise econômica.

Para chegar a esses números a Sefaz colocou em ação auditores fiscais, durante oito meses, os quais fizeram o levantamento de todos os dados omitidos pelos setor.Para esse trabalho o governo contou com o apoio da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), especialista no segmento, para aperfeiçoamento teórico e prático dos auditores.

O trabalho também envolveu visitas de campo as empresas Unidade de Processamento de Gás Natural de Alagoas (UPGN)/AL, unidade de extração da Petrobrás em Alagoas,  Transpetro S.A. no Porto de Maceió, Petrosynergy Ltda, Algás – Gás de Alagoas S.A. e TAG – Transportadora de Gás Associada S.A.

 

 

 

Deixe o seu comentário