30 de junho de 2015 • 9:47 pm

Política

Empurra-empurra e gás de pimenta para a votação da maioridade penal

Deputado é derrubado por manifestante na entrada do prédio da Câmara, em Brasília.

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Apesar da pressa do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de querer aprovar o quanto antes a PEC da maioridade penal, o processo de votação, a cada dia ganha contornos supreendentes no plenário e no entorno dele.

Nesta terça-feira, 30, houve empurra-empurra, gás de pimente e até um deputado caído no chão. O deputado Heráclito Fortes (PSB-PI) foi cercado e derrubado em um dos acessos ao Salão Verde da Câmara durante uma manifestação contra a proposta de redução da maioridade penal. Dezenas de estudantes criticavam as limitações de acesso às galerias do plenário da Casa quando ocorreu o tumulto.

Policiais legislativos tentaram isolar o parlamentar, mas ele foi cercado e empurrado por um manifestante. O deputado caiu no chão e ficou estirado por alguns segundos, mas, com o auxílio de seguranças, se levantou e cruzou rapidamente a porta que dá acesso ao corredor.

Policiais legislativos chegaram a utilizar spray de pimenta para conter um grupo de manifestantes ligado à União Nacional dos Estudantes (UNE) e à União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) que tentou forçar a entrada na Câmara pela portaria do Anexo 2.
Os manifestantes protestavam contra a ordem do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de distribuir senhas para controlar a entrada do público às galerias do plenário.

Deixe o seu comentário