5 de julho de 2017 • 11:33 am

Cotidiano » EVENTOS

Encontro vai debater situação de mais 30 mil crianças em trabalho infantil no Estado

Dados são do relatório ‘O Cenário da Infância e da Adolescência no Brasil’.

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Dados do relatório ‘O Cenário da Infância e da Adolescência no Brasil’, elaborado  pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos (Abrinq),indicam que até 2015, mais de 30 mil crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos estão em situação de trabalho infantil em Alagoas.

Esse é um debate que tem incomodado o governo do Estado e as instituições protetoras dos direitos das crianças e adolescentes. Os números do relatório estarão em discussão durante o III Encontro Intersetorial das Ações Estratégicas do Peti, que será realizado no dia 11 de julho, no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, em Jaraguá.

Trabalho infantil em Alagoas

O evento tem como princípio a elaboração de planos municipais e do adequado funcionamento da rede de proteção à criança e ao adolescente. O encontro é promovido pela Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades), em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e o Fórum para Erradicação do Trabalho Infantil e para Proteção do Adolescente Trabalhador de Alagoas (Fetipat/AL).

Segundo o secretário estadual,  Fernando Pereira, a sociedade ainda não encara o trabalho infantil como sendo um problema social, mas como um problema restrito à família e que não diz respeito aos demais cidadãos. “Durante o encontro vamos abordar questões relacionadas a esse senso comum e os prejuízos que estão sujeitos o corpo e a mente de criança e do adolescente quando expostos a esse tipo de situação”, disse.

Entre os temas que serão abordados estão o trabalho infantil como fenômeno de violação de direitos de crianças e adolescentes, as configurações do trabalho infantil em Alagoas e as diretrizes do Plano de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil.

“O trabalho preventivo, feito em parceria, é a base para a redução do trabalho infantil ao longo dos anos.”, completou o secretário.

Gestores, técnicos e conselheiros dos 102 municípios alagoanos que desejam participar do encontro devem realizar as inscrições por meio do banner fixado no site http://seades.al.gov.br.

A secretaria pede que aqueles que se solidarizarem com as vítimas das chuvas no Estado, levem 1kg de alimento não perecível no dia do evento.

Deixe o seu comentário