12 de Maio de 2016 • 2:48 pm

Maceió

Estado abre licitação para eixos viários paralelos à Avenida Fernandes Lima

Vias que cortarão o Cepa e o quartel e do Exército deverão ser concluídas ainda este ano

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Eixos vão desafogar trânsito na Fernandes Lima (Foto: Agênciaalagoas)

Eixos vão desafogar trânsito na Fernandes Lima (Foto: Agênciaalagoas)

A Secretaria de Estado da Infra Estrutura publicou na quarta-feira (11) os avisos de concorrência pública para a contratação de empresas que vão executar as obras de implantação dos eixos viários Cepa e Quartel – denominações dadas às vias que serão construídas paralelas à Avenida Fernandes Lima, visando à melhoria do trânsito no eixo principal que liga a região central à parte alta de Maceió.

O processo será conduzido pela Comissão Permanente de Licitações para Obras e Serviços de Engenharia do Estado de Alagoas – CPL/AL, com datas de abertura dos envelopes prevista para o dia 13 de junho, às 10h, em sessão pública, na sala de reuniões da CPL, na Rua do Sol, para a licitação do Eixo Cepa, e no dia 14, no mesmo horário e local, para o Eixo Quartel.

De acordo com os projetos desenvolvidos pela Secretaria de Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand), o Eixo Viário Cepa começa na ladeira Theobaldo Barbosa (que liga a Cambona à Rua Virgínio de Campos, no Farol), corta o muro do Cepa e segue, em mão dupla, até o Ibama, onde desemboca na Avenida Durval de Goes Monteiro.  Já o Eixo Quartel, começa na rua da Superpizza – por trás do Bompreço do Farol, e também segue em vias de mão dupla, cortando os terrenos do quartel do Exército e do Hospital dos Usineiros, confluindo com a Durval de Goes Monteiro, praticamente no mesmo ponto do Eixo Cepa – nas imediações dos supermercados Hiper Bompreço e Extra, em frente ao Ibama.

Para viabilizar as duas vias, o Governo do Estado já negociou e já conseguiu a concessão do Ministério da Defesa, para desapropriar um trecho, na área de fundos do quartel do Exército, por onde vai passar o Eixo Quartel, e está em processo de negociação, também, da desapropriação de um trecho de terreno do Hospital do Açucar.

Na outra paralela, já está acertada a área por onde passará a nova pista, dentro do terreno do Cepa, pegando, também, áreas não edificadas do Hospital Portugal Portugal Ramalho e da estação da Casal. Falta fechar, apenas, a negociação para deslocamento de uma parte do muro do Ibama, onde termina o Eixo Cepa.

Os dois projetos serão executados com recursos do próprio Estado, e a perspectiva, segundo anunciou na semana passada, o governador Renan Filho, é de que os dois eixos viários estejam implantados até o final deste ano.

Deixe o seu comentário