1 de junho de 2015 • 7:13 pm

Cotidiano

Estado quer Hélvio Auto com urgência e emergência

O Hélvio Auto é um hospital de referênia em doenças infecto contagiosas e parasitárias.

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
A inspeção no hospital

A inspeção no hospital

O governo do Estado já pensa em transformar o Hospital Hélvio Auto, no Trapiche, uma extensão do aendimento de urgência e emergência. A media visa desafogar as atividades do Hospital Geral que vive atualmente uma realidade de caos absoluto, com a precarização do atendimento.

 

Dirigentes da Sexeetaria Estadual de Saúde fizeram uma visita técnica ao hospital que está passando por uma reforma estrutural. Em dezembro de 2013, o  Helvio Auto encaminhou um processo de solicitação de inclusão na Rede de Urgência e Emergência do Sistema Único de Saúde, por necessitar aumentar o aporte de financiamento e estímulo  financeiro para os servidores. O processo está em análise na Sesau e para inclusão na rede, o hospital deve seguir algumas determinações.

Uma das determinações mais importantes é cumprir o que preconiza a Portaria nº 2.809 do Ministério da Saúde, que estabelece a organização de cuidados prolongados para retaguarda à Rede de Atenção às Urgências e Emergências e às demais redes temáticas de Atenção à Saúde no âmbito do SUS. O que fez a unidade hospitalar disponibilizar 17 leitos para a Sesau, após a reforma, para o tratamento de doenças de cuidados prolongados.

Dos 17 leitos que serão disponibilizados para a secretaria, um é de pediatria, 12 para a ala masculina e quatro para ala feminina. Os técnicos da Diretoria Hospitalar da Sesau, Rogério Barbosa e Sonidéa Alves, constataram que as obras das reformas nas Unidades de Tratamento estão avançadas, só restando acabamento e detalhes de instalações hidráulicas.

Atualmente o Hospital Helvio Auto é hospital de referência em doenças infecto-contagiosas e parasitárias em todo o Estado de Alagoas, e funciona em regime de urgência 24 horas.

 

Deixe o seu comentário