5 de junho de 2017 • 11:04 am

Agricultura » Economia

Estado renegocia crédito fundiário de mais de 3 mil assentados

renegociação faz parte da campanha “Inadimplência Zero”.

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A campanha “Inadimplência Zero” do governo do Estado juntos aos trabalhadores assentados que devem o crédito fundiário, recebeu o aval do governador Renan Filho (PMDB) para ampliar a renegociação dos credores.

Jaime Silva, presidente do Iteral

O trabalho de renegociação é desenvolvido pelo Instituto de Terras e Reforma Agrária de Alagoas (Iteral) que tem atuado para assegurar quitação da dívida do crédito rural. Neste sentido, a gestão do órgão tem realizado uma série de reuniões no interior do Estado nos sindicatos rurais.

No último fim de semana, o Iteral esteve em União dos Palmares, na região da Zona da Mata, com cerca de famílias do Assentamento Belo Horizonte. A discussão sobre os débitos foi realizada na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

 

Disse o diretor-presidente do Iteral, Jaime Silva, que essa mobilização é essencial para conscientizar os agricultores familiares sobre a importância da Lei Federal 13.340/16, que proporciona uma redução significativa da dívida, possibilitando a liquidação e a posse definitiva dos lotes.

 

“A campanha é um compromisso do Governo de Alagoas com o governo federal de atingir a inadimplência zero, e fico muito satisfeito de receber elogios no Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário pelo trabalho que tem sido desempenhado, sendo um destaque nacional porque é o Estado com maior número de assentados que estão quitando seus débitos e terão melhores condições de vida”, exaltou Silva.

Na ocasião, o agente de desenvolvimento e gerente geral do Banco do Nordeste no município, Manoel Roberto Lopes, destacou que a região da zona da mata possui um desconto de até 85% na quitação da dívida do crédito fundiário. No momento, a agência regional que contempla seis municípios encontra-se com 13 assentamentos do crédito fundiário que estão habilitados ao processo de renegociação junto ao BNB.

 

As próximas etapas da campanha ocorrerá nos dias 8 e 9 de junho, nos municípios de Batalha, Belo Monte e São José da Tapera, com presença de representantes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Estado de Alagoas (Fetag), Cooperativa Agropecuária Regional de Palmeira dos Índios (Carpil) e Banco do Nordeste.

Em Alagoas, são mais de 3 mil famílias beneficiadas pelo PNCF que recebem o acompanhamento do Governo de Alagoas por meio do Iteral.

 

Deixe o seu comentário