11 de junho de 2015 • 7:58 am

Brasil

Ex-diretor do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, será extraditado na segunda-feira

Condenado a 12 anos de prisão por envolvimento ‘mensalão’, Pizzolato está preso na Itália.

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Brasil – Henrique Pizzolato, em diretor do Banco do Brasil, foragido do País deopois de condenado na ação penal 470 (mensalão), ele  será extraditado para o Brasil no próximo dia 15. Pizzolato encontra-se preso na Itália.

A justiça romana autorizou a extradição de Pizzolato desde 12 de fevereiro, mas só agora o o governo brasileiro conseguiu entrar em um acordo com o a corte italiana.

O ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato deve ser extraditado para o Brasil na próxima segunda-feira, dia 15. Segundo a GloboNews, houve um acordo entre o Ministério das Relações Exteriores brasileiro e o governo italiano.

Ele foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a 12 anos e sete meses de prisão, no Brasil, por lavagem de dinheiro e peculato na Ação Penal 470, o processo do mensalão, mas fugiu para o país europeu em 2013 com um passaporte falso.

Segundo os juízes que analisaram o caso, existem no Brasil todas as condições para garantir a segurança de Pizzolato em um presídio. O argumento da falta de respeito aos direitos humanos nas prisões brasileiras foi usado pela defesa para pedir que o ex-diretor continuasse a morar na Itália.

 

Deixe o seu comentário