5 de junho de 2016 • 11:31 pm

Brasil » Política

FHC defende união de PT, PSDB e PMDB para a reforma política no País

Ex-presidente defende o isolamento dos partidos do chamado “centrão”

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Em artigo publicado neste domingo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso reconhece que houve a implosão de todo um sistema político no Brasil e, agora, propõe diálogo entre as principais forças partidárias, em especial PT, PMDB e PSDB, para que se estabeleça uma reformapolítica no País.

FHC: Pela reforma já

FHC: Pela reforma já

Disse ele que até hoje, como expressão de algo parecido a isso, só o PSDB e o PT, e agora o PMDB, se propuseram a ‘liderar’ o País. No entanto, observa que há outros partidos, menores, que se juntaram aos três referidos, como o DEM, o PCdoB, o PPS, os socialistas e outros poucos mais. “Estes partidos, a despeito de seus choques atuais, precisam dialogar sobre a reforma”, propôs o ex-presidente

Por fim, defende o isolamento dos partidos do chamado “centrão”, da seguinte forma: “E tomara isolem os que se congregam no chamado “centrão”, expressão que caracteriza os agrupamentos de pessoas e interesses clientelísticos, ‘fisiológicos’ e corporativistas, que, sem terem um projeto político nacional, mantêm a sociedade amarrada ao reacionarismo político e cultural”.

 

Deixe o seu comentário