13 de Maio de 2016 • 10:41 am

Justiça » Segurança

Ousadia: Fórum do Benedito Bentes é invadido por vândalos

Computadores e televisões foram levados pelos invasores

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Vândalos invadiram, nesta sexta-feira (13), o Fórum Regional do Benedito Bentes, na parte alta da Capital. Arrombaram portas, destruíram equipamentos, roubaram computadores e televisões. O juiz substituto da 5ª Vara, Jamil Amil Albuquerque, informou que já é a segunda vez que a unidade é invadida.

WhatsApp-Image-20160513 (1)Segundo relato do magistrado, os funcionários chegaram para trabalhar às 7h, quando se depararam com várias portas arrombadas e perceberam que os equipamentos haviam sido levados. O 5º Batalhão da Polícia Militar (5ºBPM) foi acionado.

Raquel Faião, presidente do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado de Alagoas (Serjal), contou que o sindicato tem recebido queixas sobre a falta de segurança nos fóruns. Ela se reunirá com o presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, desembargador Washington Luiz, para discutir questões salariais e deve aproveitar a oportunidade para solicitar que medidas sejam tomadas para garantir a segurança dos servidores.

Os responsáveis pela Assessoria Militar do Poder Judiciário de Alagoas estiveram no local para averiguar se houve algum tipo de falha com os equipamentos de vigilância eletrônica. Pois, de acordo com o juiz Jamil Amil, é possível que o sistema de alarme não tenha disparado durante a invasão dos vândalos. O 5º BPM está fazendo rondas e tentando identificar os invasores.

O presidente do TJ/AL informou que todas as providências cabíveis serão tomadas junto às autoridades policiais. O juiz titular da 5ª Vara, Sérgio Wanderley Persiano, está de férias, mas disse que também comparecerá ao fórum para averiguar a situação.

Funcionam no Fórum do Benedito Bentes o 10º Juizado Especial Cível e Criminal, a 25ª Vara Cível da Capital Família e a 5ª Vara Criminal da Capital, além de uma sala onde são feitos atendimentos da Defensoria Pública e do Ministério Público.

Foto: Cortesia / Serjal

Foto: Cortesia / Serjal

Foto: Cortesia / Serjal

Foto: Cortesia / Serjal

Deixe o seu comentário