21 de novembro de 2016 • 11:14 am

Interior

FPI apreende mais de 200 pássaros maltratados em Arapiraca

Operação da FPI vai durar 13 dias nas cidades ribeirinhas

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Centenas de pássaros silvestres comercializados ilegalmente na Feira de Arapiraca foram apreendidos, nesta segunda-feira, 21, pela operação da equipe da fauna da Fiscalização Preventiva  Integrada (FPI) do Rio São Francisco.

FPI: em defesa da fauna

FPI: em defesa da fauna/ Asom-MPE-AL

Os passáros foram resgatados e encaminhados ao centro de triagem e em seguida serão soltos nas matas ciliares ao longo do rio. A operação da FPI deve durar 13 dias.

Entre os pássaros apreendidos estão Canário da terra, Curió,Papa-capim, Extravagante, Rolinha, Sabiá, entre outros. De acordo com as informações da FPI, muitos pássaros apresentavam sinais de maus tratos e terão que ser recuperados para em seguida serem reinseridos na fauna.

A operação ainda deteve dois comerciantes de pássaros. Segundo o promotor público Alberto Fonseca, apesar dos ilícitos praticados não serem considerados graves, mas é fundamental a operação para acabar o tráfico e o comércio ilegal de pássaros, considerando que muitas espécies estão em extinção.

Deixe o seu comentário