13 de setembro de 2017 • 11:51 am

Brasil » Corrupção » Política

Garotinho é preso pela segunda vez em menos de um ano

Ministério Público pediu a prisão preventiva do ex-governador após uma testemunha da Operação Chequinho ter denunciado que sofria ameças

Por: Thiago Sampaio
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Garotinho é réu em processo que apura uso de programa assistencial para a compra de votos em Campos

O ex-governador do Rio Anthony Garotinho foi preso pela Polícia Federal na manhã de hoje, por volta de 10h30, enquanto apresentava seu programa diário na Rádio Tupi, em São Cristóvão.

Os agentes da PF cumpriram mandado de prisão domiciliar e o ex-governador está sendo levado para Campos.

Em junho o Ministério Público pediu a prisão preventiva do ex-governador após uma testemunha da Operação Chequinho ter denunciado que sofria ameças do grupo político dele.

Primeira prisão

Esta é a segunda vez que Garotinho é preso com base na Operação Chequinho. Ele é réu em processo da operação que investiga a suspeita de fraude nas últimas eleições municipais de Campos, município que foi administrado por ele e sua esposa, a também ex-governadora Rosinha Garotinho, por meio do programa assistencial Cheque Cidadão.

Levado pelos policiais em novembro do ano passado, ele logo conseguiu o benefício da prisão domiciliar.

Deixe o seu comentário