26 de novembro de 2016 • 7:36 am

Brasil

Geraldo Alckmin, ‘o Santo’, é denunciado na Lava Jato por caixa dois

Na lista da Odebrechet, o governador do PSDB foi batizado de “O Santo”.

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Três delatores da Odebrechet já denunciaram o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, candidato tucano a Presidência da República, pela formação de caixa dois. A denúncia foi feita no âmbito da investigação da Lava jato.

Alckmin, que é tratado como uma espécie de “santo” da grade mídia teve esse caso revelado no Jornal Valor Econômico, que expôs assim os dedos sujos dele na corrupção que assola o País..

Alckmin: o Santo.

Alckmin: o Santo.

O Valor confirmou que  “pelo menos três candidatos a delatores ligados ao Grupo Odebrecht relataram aos investigadores da Operação Lava­ Jato nomes de supostos arrecadadores de caixa dois que teriam captado recursos e os destinado, ao menos em parte, ao abastecimento de campanhas eleitorais do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB)”

“Ao explicar o significado dos apelidos e valores vinculados a contratos de obras públicas que constam da contabilidade do Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht — espécie de divisão da propina revelada pela secretária da empresa Maria Lúcia Tavares —, os delatores do grupo empresarial confirmaram aos procuradores que o codinome “santo” se trata do apelido usado para se referir a Geraldo Alckmin.’

 

Deixe o seu comentário