26 de maio de 2017 • 10:57 am

Brasil » Justiça

Gilmar Mendes ironiza Janot e diz que processo contra ele ‘saiu pela culatra’

Janot pediu o impeachment de Gilmar por conta do caso Eike Batista

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Gilmar Mendes, Ministro do Supremo Tribunal Federal, disse nesta sexta-feira, 26, que o recurso contra sua atuação no caso Eike Batista apresentado pelo Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, “é tiro que saiu pela culatra”.

Gilmar Mendes: tiro pela culatra.

O chefe do Ministério Público Federal pede o impedimento de Gilmar no julgamento de um habeas Corpus do empresário Eike Batista. O procurador argumenta que a mulher do ministro, Guiomar Mendes, atua no escritório Sérgio Bermudes, que advoga para o executivo.

Gilmar Mendes encaminhou sua defesa  à presidente da Corte, Cármen Lúcia, o ministro citou  o caso envolvendo a filha de Janot, Letícia Ladeira Monteiro de Barros, que advoga para a empreiteira OAS em processo no Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e já defendeu a Petrobras no mesmo órgão até pedir para deixar o caso em junho de 2015.

“Animado em atacar, não olhou para a própria retaguarda (…) Se o argumento do crédito fosse levado à última instância, talvez a atuação do Procurador-Geral da República pudesse ser desafiada, visto que sua filha pode ser credora por honorários advocatícios de pessoas jurídicas envolvidas na Lava Jato”, afirmou

 

O processo corre na esfera do STF e Gilmar Mendes entende que o procurador Janot deveria ter ficado calado ou então pensado duas vezes antes de agir, considerando o caso da filha dele que era advogada de empresas envolvidas com a Lava Jato.

Deixe o seu comentário