19 de outubro de 2016 • 7:43 am

Brasil » Justiça

Gilmar: procuradores e juízes usam lei para ameaçar parlamentares

Segundo o ministro do STF, a lei da Ficha Limpa é usada como chantagem

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O ministro Gilmar Mendes, presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), acusou procuradores e juízes de usarem a legislação para ameaçar parlamentares. Para o magistrado, a questão da ficha limpa e da improbidade administrativa é usada como forma de chantagem.

Gilmar Mendes ataca o Ministério Público

Gilmar Mendes ataca juizes e Ministério Público

“Promotores e juízes ameaçam parlamentares com a Lei da Ficha Limpa, essa é a realidade. Alguém com condenação por improbidade estará inelegível. Temos que temperar a interpretação da lei, para não lastrearmos um abuso de poder. E não querem a lei de abuso de autoridade, porque praticam às escâncaras o abuso de autoridade. O que se quer é ter o direito de abusar. Um governador se submete a essa situação vexatória. Ao empoderarmos determinadas corporações, estamos dando a eles o poder que eles precisam para fazer esse tipo de chantagem”, disse Gilmar em tom inflamado.

As críticas do ministro ocorrem no mesmo dia em que o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), voltou a defender a aprovação do projeto que trata do abuso de autoridade. Segundo o parlamentar, tal proposta deve ser conjugada com a reforma política e com novas regras de combate à corrupção. “Acho que esse aperfeiçoamento mais do que nunca se faz necessário”, disse Re

Deixe o seu comentário