2 de abril de 2015 • 9:38 am

Política

Governador quer desenvolvimento do semiárido como prioridade do NE

O desenvolvimento do Semiárido passa a fazer parte da agenda das Assembleias Legislativas Estaduais (ALEs) de todo o Nordeste de forma integrada. No último dia 16, foi criado o Fórum…

Por: Marcelo Firmino
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Governador rfO desenvolvimento do Semiárido passa a fazer parte da agenda das Assembleias Legislativas Estaduais (ALEs) de todo o Nordeste de forma integrada. No último dia 16, foi criado o Fórum União pelo Nordeste, que reúne parlamentares da região. Para tratar sobre a iniciativa, o governador Renan Filho conversou, nesta quarta-feira (1º), com deputados de Alagoas, Paraíba e Pernambuco, no Palácio República dos Palmares.

 

A proposta do fórum foi apresentada ao chefe do Executivo pelos parlamentares Miguel Coelho e Rodrigo Novaes, ambos de Pernambuco. A iniciativa nasceu no estado vizinho. O governador apoiou o formato. “Eu me coloquei à disposição, como também a agenda dos governadores do Nordeste. Precisamos definir uma pauta que verdadeiramente possibilite levar ao Semiárido o desenvolvimento que as pessoas esperam”, afirmou Renan Filho.

Ao longo do encontro, o governador apresentou as principais obras hídricas estruturantes para o Estado e também as emergenciais. Esse quadro fará parte do estudo a ser concluído pelo comitê em junho. Ao longo deste mês de abril, os deputados devem visitar outros estados nordestinos.

O deputado pernambucano Rodrigo Novaes explicou a finalidade do fórum. “Em junho, vamos realizar um grande seminário na capital de Pernambuco para que possamos fazer um documento e levá-lo para a presidente Dilma [Rousseff] para cobrar um olhar diferenciado para a região”, declarou.

Presente ao encontro, o deputado alagoano Dudu Holanda pediu o envolvimento do governador Renan Filho. “Precisamos da sua participação para buscarmos ajuda junto ao ministro Kassab [Gilberto Kassab, das Cidades]. Faremos um estudo para o Nordeste e pedimos a sua contribuição na interlocução com o governo federal”, disse.

Miguel Coelho, de Pernambuco, foi enfático na necessidade de uma política de estado a ser implementada para o Semiárido. “As propostas precisam ser definidas para além dos quatro anos de governo [federal]. O desenvolvimento da região requer um planejamento estratégico”, apontou.

 

Participaram também da reunião os deputados de Alagoas, Ronaldo Medeiros, Isnaldo Bulhões, Galba Novaes e Francisco Tenório; da Paraíba, Bruno Cunha Lima; e de Pernambuco, Claudiano Filho.

Deixe o seu comentário