1 de abril de 2016 • 11:31 am

Segurança

Governador exige apuração rigorosa no caso dos mortos do Village Campestre

Dois jovens irmãos foram mortos em um suposto confronto com a polícia, mas versão foi contestada pela família

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Preocupado com  a repercussão do caso dos dois irmãos do conjunto Graciliano Ramos, mortos no Village Campestre “em cofronto”, segundo a polícia, o governador Renan Filho se posicionou sobre o fato e exigiu apuração rigorosa do episódio.

Renan contra o maniqueísmo

Renan: apuração

Militares do 5º Batalhão de Polícia Militar são acusados pela família dos jovens mortos de terem praticado assassinato a sangue frio, destacando o agravante de que os adolescentes eram doentes mentais.

Disse o governador que seu governo está dando atenção integral a questão e que vai exigir a elucidação do fato no menor espaço de tempo possível. “O Conseg já abriu investigação desse episódio e se houve arbitrariedade cometida os responsáveis serão punidos”, destacou Renan Filho.

As mortes dos irmãos Josenildo Ferreira Aleixo, de 16 anos e Josivaldo Ferreira Aleixo, de 18, também estão sendo investigadas pelo Ministério Público Estadual. O promotor Flávio Costa assumiu o caso depois de ter sido procurado no MPE pela família dos rapazes mortos, que sustenta a tese de assassinato a sangue frio.

 

 

 

Deixe o seu comentário