11 de Maio de 2017 • 5:50 pm

Segurança

Governadores cobram de Temer apoio para segurança pública no NE

Governador Renan Filho cobrou mais atenção do governo federal para essa área

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Reunidos em Salvador (BA) nesta quinta-feira, 11, os  governadores do Nordeste assinaram uma carta cobrando apoio do Governo Federal sobre a situação da segurança pública dos estados. O governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB) foi um dos que mais cobrou a atenção do governo federal.

O governador Renan Filho esteve no encontro.

“Diante do desafio do enfrentamento da violência nos estados, torna-se imprescindível e urgente alertar o Governo Federal sobre o problema que tem afligido milhões de habitantes e cobrar ações práticas da União.“, diz o início do documento, proposto pelo governador do Ceará, Camilo Santana, durante o 7º Encontro dos Governadores do Nordeste.

Os gestores estaduais presentes na reunião propuseram, entre outros temas, a criação de um Plano Nacional de Segurança, com orçamento próprio, para ajudar no melhor aparelhamento das polícias estaduais; a ampliação dos presídios federais de segurança máxima, de forma a isolar os principais líderes de facções; e iniciar uma urgente discussão com os estados, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal sobre a implantação de bloqueadores do sinal de celular em todos os presídios do país.

O governador do Ceará destacou a necessidade de mais investimentos do Governo Federal em políticas nacionais para a Segurança Pública. “Não basta só a presença da polícia na rua. É preciso também investigação, colocar os mandantes dos crimes na cadeia, assim como o julgamento deles, para que não haja impunidade. É essa reorganização que precisa ser feita em conjunto com o Governo Federal”, disse Camilo Santana.

Reunião – O 7º Encontro dos Governadores do Nordeste contou com a participação de sete governadores – Rui Costa (BA), Camilo Santana (CE), Wellington Dias (PI), Robinson Faria (RN), Flávio Dino (MA), Renan Filho (AL) e Ricardo Coutinho (PB), além do vice-governador de Sergipe, Belivaldo Chagas. Foram debatidos, ainda, temas como previdência complementar, alongamento dos estados com o BNDES e a liberação de novas operações de créditos.

Ficou definido que os governadores deverão se reunir, na próxima semana, com as bancadas do Nordeste na Câmara Federal e no Senado para tratar dos temas. “O objetivo (do encontro) é sempre unir e fortalecer o Nordeste em pleitos e ações, seja de desenvolvimento ou para demandas junto ao Governo Federal”, destacou o anfitrião Rui Costa, governador da Bahia.

Deixe o seu comentário