16 de setembro de 2017 • 10:03 am

Meio Ambiente » Política

Governadores de AL e SE realizam ato em defesa do Velho Chico

Em Penedo, gestores chamam a atenção para o processo de degradação e baixa vazão do Rio da Unidade Nacional

Por: Thiago Sampaio
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Com vazão atual de 550m³/s, o Baixo São Francisco luta pela sua sobrevivência e para alertar à sociedade e chamar a atenção do Governo Federal, uma comitiva formada pelos governadores Renan Filho (PMDB/AL), Jackson Barreto (PMDB/SE) e lideranças, em ato histórico, percorreu cidades margeadas pelo Rio.

Prefeito de Penedo e governadores de Alagoas e Sergipe realizam ato em defesa do Rio São Francisco.

O prefeito de Penedo, Marcius Beltrão (PDT), abriu a rodada de debates nesta sexta (15), se posicionando em defesa da maior fonte de riqueza do nordestino. “A navegabilidade já ocorre com dificuldade, em vários trechos. O processo de salinização avança em suas águas. Os peixes cada vez mais escassos”, clamou Beltrão.

O governador de Sergipe, Jackson Barreto, fui duro em seu discurso. “Chamo a responsabilidade à Chesf. Todo o Rio foi represado e o resultado estamos sentindo. A capitação de água em Sergipe já não nos atende. A situação do São Francisco é grave e devemos buscar uma solução imediata”, reconheceu.

O ato em defesa do Velho Chico foi encerrado pelo chefe do Executivo estadual, Renan Filho. Ele garantiu que medidas serão adotadas e anunciou a criação de um grupo de trabalho, para colocar em prática um projeto para salvá-lo.

“Este ato faz parte das comemorações dos 200 anos de Alagoas. Com esse percurso, estamos alertando a sua situação. Vamos criar o grupo de trabalho para que possamos estudar ações para sua defesa. Que a expedição possa servir de alerta e que ações possam acontecer em conjunto, para a sua salvação”, encerrou o governador de Alagoas.

Deixe o seu comentário