1 de junho de 2017 • 7:30 pm

Chuva » Governo

Governo federal libera nesta sexta R$ 13 milhões para vítimas das chuvas

Recursos foram viabilizados em Brasília pelo governo do Estado

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A ajuda financeira emergencial do governo federal na ordem de R$ 13 milhões para assistência as famílias afetadas pelas chuvas na capital e no interior do Estado deve cair na conta única do governo do Estado nesta sexta-feira, 02.

Dinheiro para ajudar vítimas chega nesta sexta.

 

Os recursos foram definidos pelo governador Renan Filho (PMDB) no Ministério da Integração Nacional. Ele esteve em Brasília onde viabilizou os recursos com base no decreto de situação de emergência de 27 municípios alagoanos, incluindo a capital, além do Hospital de Campanha do Exército, que será instalado no Polo de  Marechal Deodoro, para atender emergências dos municípios do Pilar, Rio Largo e Atalaia, além de Marechal.

PAC – Além dos recursos para a emergência e assistência as famílias, o governasdor dissse que trabalha para garantir investimentos que garantam a execução de obras de prevenção e evitem tragédias anunciadas, a exemplo das enchentes cíclicas que afligem Alagoas e os deslizamentos de encostas.

Disse ele que a  ideia é incluir essas obras no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A proposta foi apresentada ao ministro da Integração Nacional, juntamente com os projetos.

“Eu combinei isso com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho: o Governo do Estado tem um projeto pronto de contenção de enchente, que foi enviado na quarta-feira, 31, e também para conter deslizamentos de encostas na capital”, declarou.

De acordo com ele, o projeto de contenção de enchentes consiste na construção de barragens no interior do Estado e o de contenção de encostas na capital, sobretudo nas grotas.

“São obras muito importantes. Foram nessas áreas na capital onde nós vimos mais pessoas morrerem em virtude de deslizamentos de barreiras”, observou Renan Filho.

O governador informou, ainda, que vai contratar, emergencialmente, empresas especializadas que vão cuidar da “limpeza fina” das cidades, após as águas baixarem.

M

Deixe o seu comentário