18 de maio de 2016 • 9:23 pm

Cotidiano

Governo quer gastar R$ 1,6 bilhão em saneamento básico no Estado

Proposta da Casal é levar saneamento para todos os municípios.

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
esgotos casal

Governo foca saneamento básico

O governo Renan Filho (PMDB) estima gastar  R$ 1,6 bilhão no projeto de saneamento básico de Alagoas ao longo dos três anos de mandato  restantes do governador.

A estimativa tem como base o  Programa Estadual de Esgotamento Sanitário, lançado em outubro do ano passado, pelo governo do Estado.

De acordo com o presidente da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), Clécio Falcão, a pretensão do governo é duplicar, até 2018, a cobertura de esgotamento sanitário em Maceió, passando dos atuais 35% para 70%, e elevar de 19% para 40% o índice de cobertura no Estado, beneficiando mais de um milhão de habitantes

Assim, ao contrário do que foi divulgado esta semana pelo Instituto Trata Brasil, por meio de dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) referentes a 2014, Maceió não ocupa, na prática, a 76ª colocação entre as 100 maiores cidades brasileiras em relação aos investimentos no setor.

“Essa classificação ocorreu devido à interpretação no fornecimento de dados para o sistema. Isso porque, nos últimos 12 anos, os investimentos na área são feitos pelos governos federal e estadual, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), e não, necessariamente, pela Casal. Para o SNIS, são computados apenas os dados relativos aos investimentos feitos pela companhia”, esclareceu Clécio Falcão.

Por outro lado, segundo Falcão, a atual gestão já está alinhando as informações, de modo a esclarecer o SNIS sobre os investimentos totais em esgotamento sanitário – incluindo os recursos federais e estaduais.

 

 

 

 

 

Deixe o seu comentário