29 de Abril de 2015 • 5:00 pm

Cotidiano

Governo Renan anuncia redução de 41% no número de homicídios em abril

O próprio governador Renan Filho anunciou os dados nas redes sociais e fez questão de destacar a atuação da Polícia Militar no combate ao crime.

Por: Da Redação
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Renan Filho está convencido de que o trabalho de sua equipe na Secretaria de Segurança está assegurando a redução gradativa dos números

Renan Filho está convencido de que o trabalho de sua equipe na Secretaria de Segurança está assegurando a redução gradativa dos números

Os dados computados pelo governo Renan Filho (PMDB) indicam que o número de homicídios em Alagoas no mês de abril foram reduzidos em 41%, isso em comparação com o mesmo período do governo de Teotônio Vilela Filho (PSDB). A notícia foi divulgada nas redes sociais pelo próprio governador como um grande feito de sua gestão, embora tenha dito que ainda não há o que comemorar, mas já comemorando no facebook.

Renan Filho está convencido de que o trabalho de sua equipe na Secretaria de Segurança está assegurando a redução gradativa dos números da violência. Isso, na opinião dele, já demonstra que o caminho e as atitudes que o governo vem tomando estão  dando  resultados

Mas, em meio a toda uma expcatativa dos servidores públicos estaduais para com o dia 1º de maio, data base para garantia do reajuste salarial, o governador logo tratou de afagar a atuação da Polícia Militar, que também está inserida no contexto da negociação. Renan Filho fez então referência a atuação da PM que conseguiu abortar a efetivação de um crime em Maceió, nesta quarta-feira, quando assaltantes invadiram uma residência no bairro de Jacarecica, fazendo refém uma família inteira.

“Com uma ação rápida, a PM garantiu a liberdade das vítimas por meio de negociação. Não houve registro de violência. É com essa presença, mantendo o diálogo e a calma que a Polícia tem feito um trabalho sério que está diminuindo os índices de criminalidade no nosso estado”, comemorou o chefe do Executivo.

Disse ele que o caminho que vem sendo traçado para tirar de Alagoas o título de estado mais violento do país está sendo construído dia a dia com operações policiais integradas e ações conjuntas focadas no trabalho de inteligência. O intuito final, segundo afirmou,  é pôr fim à sensação de impunidade, elemento que só retroalimenta a violência e envergonha os alagoanos.

Assaltos a ônibus – Até a semana passada – dia 23 – as ações criminosas relacionadas a coletivos na capital alagoana, ainda segundo estatística governamental, tiveram uma redução em sua incidência em mais de 80%. Em números, foram 28 assaltos contra 138 ocorrências no mesmo período em 2013.

 

Deixe o seu comentário