20 de outubro de 2015 • 5:22 pm

Maceió

Hospital proíbe entrada de Coren e é denunciado na Polícia Federal

Conselho foi impedido de realizar fiscalização no hospital

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

enfermeirosO Conselho Regional de Enfermagem de Alagoas solicitou uma medida cautelar hoje pela manhã na policia Federal após ser impedido de realizar uma fiscalização no Hospital Médico Cirúrgico de Alagoas Memorial Paulo Neto.

A inspeção foi motivada por denúncias da comunidade de que o Hospital haveria irregularidades em suas condições sanitárias, sobrecarga de trabalho e ausência de um número suficiente de profissionais para prestar assistência de qualidade aos pacientes.

A equipe de fiscalização do Coren se dirigiu à unidade de saúde pela manhã e deu início às fiscalizações, no entanto, foi impedida pela direção administrativa do local de continuar a verificação.  Após tal veto, o Coren solicitou uma medida cautelar na Policia Federal para que seja dada continuidade à fiscalização.

A presidente do Coren, Zandra Candiotti, explica que a prerrogativa do Conselho é disciplinar e fiscalizar o exercício da profissão, regulamentado pela lei 5.905/73, dispensando assim qualquer mecanismo de justificativa para autorização das ações de fiscalizações.

“Atitudes dessa ordem traduzem a falta de compromisso e respeito, vistos como essenciais para o desempenho das ações de saúde com qualidade”

Após contato com a policia Federal, o Coren-AL foi orientado no sentido de aguardar a decisão da data de retorno à unidade.

 

Deixe o seu comentário