7 de junho de 2017 • 12:17 am

Política

Incompetência e displicência: os ingredientes da derrota do galo

CRB não faz o dever de casa e perde para o Pelotas no Rei Pelé

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

A incompetência regatiana em pleno Rei Pelé levou o CRB a uma derrota triste contra o Brasil de Pelotas nesta terça-feira, 06, pelo campeonado brasileiro da série B. O galo perdeu de 1 a 0.

CRB não faz o dever de casa e perde 3 pontos.

Durante todo o jogo o CRB que, na maioria do tempo se apresentou com maior posse de bola, não conseguiu, no entanto, transformar esse fator em resultados concretos.

Os atacantes do galo, no primeiro tempo, mostraram-se absolutamente incompetentes para chegar com eficiência à meta adversária. No segundo tempo, quase a mesma coisa, a não ser em um lance final, quando o atacante Italo tocou de calcanhar para Chico tocar em direção ao gol e desperdiçar uma grande jogada.

Isso por que a bola bateu na trave e não entrou, diante de um toque displicente do atacante que chutou sem convicção para a meta do Brasil de Pelotas, quando CRB já perdia por um a zero.

O Brasil chegou ao gol nos instantes finais do jogo, em uma falha dupla: do zagueiro Flávio Boaventura, na marcação, e do goleiro Juliano, que saiu atabalhoado do gol, enquanto o atacante do Pelotas, com um toque sutil, fez 1 a 0 aos 41 minutos da segunda etapa.

O time gaúcho, que fez bom uso de sua forte marcação, já se dava por satisfeito com o empate e acabou explodindo de alegria com a conuista dos 3 pontos. O galo deixou de fazer o seu dever de casa, inclusive por erros do seu técnico, Léo Condé, que, no despero, sacou o volante Yuri do campo e deixou a zaga sem proteção. Resultado, amargou a derrota.

O galo segue nesta quarta-feira, para Santa Catarina, onde enfrentará o Criciúma, pela sexta rodada da competição, na próxima sexta-feira.

Deixe o seu comentário