10 de junho de 2016 • 11:40 am

Saúde

Influenza: Alagoas teve maior cobertura de vacinação do Nordeste

Crianças que tomaram a vacina pela primeira vez neste ano devem retornar aos postos de saúde para a 2ª dose

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Alagoas teve a maior cobertura da Campanha de Vacinação contra a Influenza 2016 da região Nordeste e a 10ª colocação no país, de acordo com relatório do Ministério da Saúde (MS). Segundo o relatório do Programa Nacional de Imunização (PNI), 90,1% do público-alvo recebeu a vacina no estado, ultrapassando a meta estabelecida de 80%.

573.831 das 636.571 pessoas que formavam o grupo de risco foram imunizadas em Alagoas. Todos os estados do Nordeste também conseguiram superar a meta estabelecida de vacinação. Os estados da Paraíba e Sergipe, tiveram o mesmo número de cobertura, 89,2%. Em seguida, está Pernambuco, com 89,1%, o Ceará com 88%, a Bahia com 87,2%, o Maranhão com 85,6%, o Rio Grande do Norte com 83,2% e o Piauí com 80,2%.

Nacionalmente, o Distrito Federal ficou em primeiro lugar, imunizando 99,5% do público-alvo da campanha. Em seguida, aparecem os estados de São Paulo (97%), Espírito Santo (95,25%), Paraná (93,2%), Rondônia (93%), Santa Catarina (92,9%), Goiás (92,5%), Minas Gerais (91,8%) e Rio Grande do Sul (90,8%).

Foto: Carla Cleto

Foto: Carla Cleto

A Campanha de Vacinação teve como público-alvo crianças de seis meses a menores de cinco anos, trabalhadores da saúde, povos indígenas, privados da liberdade e agentes penitenciários, gestantes, pessoas a partir de 60 anos, puérperas e portadores de doenças crônicas não transmissíveis.

”Temos que também evidenciar o comparecimento em massa do público alvo, que atendeu ao nosso chamamento”, disse Denise Castro, coordenadora do PNI em Alagoas.

Crianças que tomaram a vacina pela primeira vez neste ano devem retornar aos postos de saúde para aplicação da 2ª dose até o dia 20 de junho.

Influenza

De acordo com o último Panorama da Influenza em Alagoas, foram notificados 80 casos suspeitos da Influenza este ano, dos quais foram 15 descartados, 30 confirmados e, destes, cinco chegaram a óbito. De acordo com a técnica do Núcleo das Doenças Imunopreveníveis da Sesau, Claudeane Nascimento, a transmissão dos vírus influenza ocorre pelo contato com secreções das vias respiratórias que são eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar.

“Ela também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas da boca, olhos e nariz. Por isso, a população deve adotar cuidados simples como formas de prevenção, a exemplo de lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar e não compartilhar objetos de uso pessoal”, recomendou.

 

Deixe o seu comentário