9 de julho de 2015 • 11:55 am

Brasil

Joanna Maranhão: mais uma vitima do ódio nas redes sociais

É estarrecedor o sentimento doentio de internautas nas redes sociais. Os ataques são criminosos.

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
Joanna: vitima do ódio

Joanna: vitima do ódio

O doentio ódio nas redes sociais segue fazendo vitimas pelo País, a cada dia. São os pistoleiros da alma humana que se valem da baixaria para atacar os semelhantes que pensam diferente, sobretudo se o temas forem criminalidade, política ou gênero. A questão mais recente envolve a nadadora da seleção brasileira, Joanna Maranhão.

Ela se posicionou nas redes sociais contra a maioridade penal e foi o bastante para sentir na pele a irracionalidade do ódio de internautas. A nadadora pernambucana  foi vítima de xingamentos e de ameaças depois que foi às redes sociais se posicionar contra a aprovação da PEC que prevê a redução da maioridade para 16 anos em casos de crimes hediondos.jonnamaranhão

Ela também disse que não iria representar nos Jogos Pan-Americanos, que acontecem no Canadá esse mês, “quem aplaude Eduardo Cunha” . Em um vídeo publicado em sua página no Facebook, a atleta criticou a maneira como a PEC foi aprovada, por meio de manobra articulada por Cunha.

Com a enorme propagação do vídeo, Joanna recebeu apoio e críticas. Uma das mensagens foi tão agressiva que ela resolveu divulgá-la na internet. “Ouvi dizer que você apoia a quadrilha do PT. Então que seja a pior atleta. Que quebre a perna e que quando morrer vá para o quinto dos infernos pagar por apoiar esta facção criminosa que destruiu o Brasil. Te desejo tudo de pior. Eu e 90% dos brasileiros que são honestos e que desejam que bandidos que cometam crimes sejam presos…”, escreveu um internauta chamado Mario Junior.

Joanna comentou: “Mensagem que recebi. Respondi agradecendo e enaltecendo o maravilhoso ser humano que ele é. Ao receber mensagens como essa, percebo que escolhi lutar do lado certo”.

Deixe o seu comentário