29 de fevereiro de 2016 • 5:36 pm

Blogs » Cotidiano » Marcelo Firmino

Joaquim confirma mudança de pasta e Rafael Brito topa qualquer missão

Joaquim Brito vai para Secretaria do Trabalho e Rafael Brito para a Assistência Social. Eles encaram a mudança como normal

Por: Marcelo Firmino
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O Rodízio de secretários a ser feito pelo governador Renan Filho (PMDB) foi confirmado esta tarde pelo Secretário de Ação Social, Joaquim Brito. Ele disse que há quinze dias foi informado pelo Secretário do Gabinete Civil, Fábio Farias, que o governador havia entendido que esse rodízio era necessário.

Ou seja, Joaquim Brito, na Secretária do Trabalho, enquanto Rafael Brito, vai para pasta da Assistência Social.

-Eu disse pra ele que como se tratava de uma indicação do partido levaria o caso ao presidente da legenda e o Fábio me falou que o governador iria ter uma conversa com o deputado Paulão, presidente do PT. – Falou Joaquim Brito

Joaquim, mudança de pasta.

Joaquim, mudança de pasta.

Como o governador viajou a Brasilia para a reunião dos governadores do Nordeste com a presidente Dilma Rousseff, é bem possível que lá ele converse com o deputado federal Paulão sobre o rodízio e tambem com o deputado Ronaldo Lessa (PDT), uma vez que ambos estarão no Planalto.

O argumento usado por Farias para Joaquim é que o Ministério do Trabalho tem hoje como titular o ministro Miguel Rosseto (PT), com quem o deputado Paulão teria livre trãnsito.

O fato é que o rodizio deve acontecer e os petistas ficarão felizes por que entendem que as ações na pasta do trabalho serão  mais tranquilas e menos engessada.

Já o Secretário Rafael Brito disse que não vê nenhum problema na mudança que o governador está pretendendo fazer se coloca inteiramente à disposição. Por meio da assessoria, declarou que vai para qualquer cargo que Renan Filho indicar simplesmente por que acredita no projeto do governo.

Rafael: qualquer missão

Rafael: qualquer missão

Rafael, que é genro do presidente do Tribunal de Contas, Otávio Lessa, não disse se discutiu a questão com o deputado federal Ronaldo Lessa (PDT), padrinho dele no cargo.

Mas, conforme a assessoria, ele ainda não tinha sido informado de que mudaria de secretaria, mas deixou claro que está apto para qualquer missão.

Deixe o seu comentário