9 de julho de 2015 • 3:17 pm

Esportes

Jogadores alagoanos optam por máscaras de proteção facial para evitar lesões

Devido às fortes pancadas recebidas no rosto durante partidas de futebol, muitos jogadores acabam fraturando o nariz e consequentemente necessitam de cirurgia de correção. A recuperação de fraturas faciais geralmente…

Por: Roberto Boroni
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
ailton cruz

(Foto: Ailton Cruz)

Devido às fortes pancadas recebidas no rosto durante partidas de futebol, muitos jogadores acabam fraturando o nariz e consequentemente necessitam de cirurgia de correção. A recuperação de fraturas faciais geralmente é gradativa e para os jogadores não se ausentarem dos campos e evitarem outras lesões, os departamentos médicos dos clubes estão optando em utilizar máscaras protetoras para os atletas. Elas são confeccionadas sob medida e o principal objetivo do seu uso é minimizar lesões esportivas.

 

Este foi o caso de jogadores alagoanos de futebol, o lateral Fabiano do CSA, o goleiro Márcio também do CSA e o zagueiro Avangildo do Penarol Atlético Clube de Amazonas. Os três sofreram fraturas na face em partidas e ficaram afastados do gramado por alguns dias devido à lesão.

 

Por serem confeccionadas individualmente, as máscaras permitem uma rápida adaptação e maior aproveitamento. Para isso, é tirado um molde em gesso da face do atleta, que vai dar forma às máscaras que são de resina acrílica e que têm alta capacidade de amortecimento. A solicitação dos protetores foi feitas ao cirurgião dentista e professor Luciano Schwartz Lessa, que tirou os moldes dos jogadores e os enviou para o Laboratório Dental Barros Vasconcellos, responsável pela confecção das máscaras.

 

Segundo o cirurgião dentista Luciano Lessa, é muito importante fazer os protetores sob medida. “A máscara varia de acordo com o tipo de fratura facial do paciente, por isso a importância do molde para a confecção ser de acordo com a região da face”, informou Lessa.

 

Para Samdilson Barros, técnico responsável do laboratório que já atende atletas de diversas modalidades esportivas, as máscaras devem ser utilizadas não só após traumas faciais, porém, como um método de prevenção. “Para não ter o time desfalcado, os clubes estão utilizando cada vez mais o recurso das máscaras faciais, mas o importante mesmo é que elas sejam utilizadas como medida preventiva, pois protegem os ossos da face contra impactos e, caso haja alguma lesão, com o uso do protetor facial, o atleta pode retornar as atividades mais rápido e com segurança, mesmo que esteja em processo de reabilitação”. Disse o técnico em próteses.

Fonte: Via  assessoria

 

1 Comentário

  1. Prezados, bom dia!

    Pratico Hande-Bal Master e não estou podendo jogar tem vista, estou com o nariz fratura e não estou me sentindo seguro para pratica do esporte. Gostaria de saber aonde comprar essa mascara protetora do nariz.

Deixe o seu comentário