18 de julho de 2017 • 11:28 am

Mundo

Justiça espanhola caça Ricardo Teixeira, ex-CBF, por causa de propina de R$ 30 milhões

Ex-poderoso da CBF está envolvido em grande esquema de corrupção no futebol

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O ex-todo poderoso da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, está sendo caçado pela polícia espanhola. Isso por a justiça da Espanha emitiu uma ordem de captura contra o ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira, segundo informações do site espanhol Cronica Global.

De acordo com a publicação, Teixeira é procurado por participação em um esquema de desvio de dinheiro de jogos amistosos da seleção brasileira. Ainda segundo o Cronica Global, o ex-presidente do Barcelona Sandro Rosell também estaria envolvido.

A reportagem afirma que a ordem de captura de Teixeira foi emitida pela juíza Carmen Lamela, da Audiência Nacional. “Ricardo Teixeira obteve, de forma indireta, mediante  a um emaranhado societário que se nutria da renda do acordo da ISE para a Uptrend, grande parte dos 8,3 milhões de euros [R$ 30,3 milhões] que a ISE transferiu para a Uptrend pela suposta intermediação desta última”, publicou o Cronica Global.

Se Teixeira fosse detido, não seria extraditado para a Espanha já que, como regra, o Brasil não extradita seus cidadãos nacionais.

Deixe o seu comentário