2 de fevereiro de 2016 • 6:31 pm

Maceió

Justiça tenta acordo para evitar leilão do mercado do artesanato

Prefeitura não paga imóvel e o leilão está marcado para o próximo dia 11

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
Mercado ameaçado de ir à leilão

Mercado ameaçado de ir à leilão

Marcado para o próximo dia 11, o leilão do prédio onde funciona o Mercado do Artesanato, no bairro da Levada, em Maceió, só não ocorrerá se a Município quitar a dívida com a empresa Pirâmide Construções.

Ou então  se as partes entrarem em consenso, segundo o juiz Ayrton de Luna Tenório, que determinou a realização da hasta pública. “Tentamos, de todas as formas, promover uma conciliação, mas não não houve acordo”, ressaltou o magistrado.

O imóvel, de propriedade da antiga Companhia de Obras e Urbanização de Maceió (Comurb), contém 280 boxes e está avaliado em R$ 6,5 milhões.

Ainda de acordo com o magistrado, a empresa Pirâmide Construções ingressou com ação na Justiça no ano de 2003, requerendo da Comurb o pagamento de débito no valor de R$ 52 mil (quase R$ 1 milhão em  números atualizados).

“A dívida já foi reconhecida pela parte ré. As partes agora ou chegam a um consenso no pagamento ou o prédio vai a leilão”, afirmou Ayrton Tenório, que responde pela 1ª Vara Cível da Capital.

Deixe o seu comentário