23 de março de 2017 • 7:29 pm

Política

Lessa explica ausência e diz que vota contra terceirização e reforma da Previdência

Deputado afirma que dores na coluna o obrigam a se afastar das atividades no Parlamento

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Em nota distribuída nesta quinta-feira, 23, o deputado federal Ronaldo Lessa (PDT/AL), líder da bancada pedetista, explicou sua ausência na sessão da Câmara Federal que aprovou a proposta que autoriza a terceirização, nas relações de trabalho. Ele disse que desde o último dia 14, sofre com fortes dores na coluna, chegando a ficar internado em hospital durante o período de quatro dias.

O deputado esclarece que está em recuperação, fazendo sessões de fisioterapia hospitalar, em Brasília, motivo pelo qual, de acordo com o regimento interno da Câmara dos Deputados, foi obrigado a licenciasse de suas funções parlamentares. Lessa ressaltou que esse é um mal que enfrenta há mais de 20 anos.

Ao tempo em que justificou sua ausência da importante votação, o deputado Ronaldo Lessa afirmou que seu voto, caso estivesse na sessão, seria contra a proposta de terceirização. “É um projeto que tira direitos trabalhistas e constitucionais do povo brasileiro” – disse o parlamentar.

Na mesma nota, Lessa revela que vai votar contra a proposta de reforma da Previdência Social, prevista para ser votada em maio próximo. Para o deputado, que disse já ter declarado abertamente em redes sociais, “a reforma  retira direitos dos trabalhadores, e é uma agressão contra o povo”.

Deixe o seu comentário