11 de junho de 2015 • 7:20 pm

Política

Luiz Dantas e membros da Mesa são questionados sobre auditoria da ALE

A questão foi trazida ao plenário pelo deputado Pastor João Luiz (DEM) que solicitou uma série de informações e questionou se as medidas recomendadas pelos técnicos da FGV serão implementadas

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page
Deputado Pastor João Luiz iniciou os questionamentos

Deputado Pastor João Luiz iniciou os questionamentos

A sessão ordinária da Assembleia Legislativa desta quinta-feria, 11, foi dominada pelo debate sobre a auditoria que está sendo realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) na folha de pagamento dos servidores efetivos (ativos, inativos e pensionistas) do legislativo.

A questão foi trazida ao plenário pelo deputado Pastor João Luiz (DEM) que solicitou uma série de informações e questionou se as medidas recomendadas pelos técnicos da FGV serão implementadas. O presidente da Casa, deputado Luiz Dantas, e os deputados Isnaldo Bulhões (PDT) e Edval Gaia (PSDB) responderam os questionamentos e defenderam a realização da auditoria.

Isnaldo Bulhões, que ocupa a 1ª secretaria da Mesa Diretora, falou da importância da auditoria para que se possa esclarecer qualquer dúvida em relação à folha de pessoal. O parlamentar solicitou ao Pastor João Luiz que formalizasse qualquer denúncia que chegasse ao seu conhecimento, para que a Mesa Diretora tome as medidas necessárias para corrigir possíveis irregularidades. Isnaldo também informou que a Casa está sendo totalmente informatizada e que a Escola Legislativa já é uma realidade.

Luiz Dantas e Isnaldo Bulhões defenderam auditória

Luiz Dantas e Isnaldo Bulhões defenderam auditória

“Nos últimos quatro meses evoluímos muito com relação à questão tecnológica. Compramos 20 computadores e 20 impressoras multifuncionais, além do estudo de recuperação da estrutura física do nosso prédio. A questão funcional está toda sendo tratada de forma clara e aberta, com os representantes de classe e com os funcionários. Todos os débitos financeiros com os servidores estão sendo pagos e os que não foram pagos estão negociados entre a Mesa e o Sindicato”, disse Bulhões

O presidente Luiz Dantas se colocou à disposição de todos parlamentares para esclarecimentos de qualquer questionamento. “A contratação da Fundação Getúlio Vargas foi feita em comum acordo com todos os membros da Mesa Diretora. Posso dizer que todas as possíveis ilegalidades serão apontadas nesta auditoria. Não iremos perseguir nenhum funcionário, o servidor que venha a ser atingido por qualquer medida terá o seu direito de defesa preservado e garantido. A ideia é termos em mãos levantamentos mensais de tudo que está sendo feito e passaremos isso, de forma clara, para todos. Temos a certeza que iremos ter resultados financeiros positivo ao final de tudo isso”, disse o presidente.

Deixe o seu comentário