21 de Maio de 2015 • 8:14 pm

Política

Lyra defende verba carimbada para a segurança pública

Presidente da Fiea vai convidar deputados federais e senadores de Alagoas para um café da manhã, no próximo dia 1º

Por: Da Redação com Assessoria
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
José Carlos Lyra vai convidar deputados federais e senadores de Alagoas para um café da manhã, no próximo dia 1º. (Foto: Assessoria/Fiea)

José Carlos Lyra vai convidar deputados federais e senadores de Alagoas para um café da manhã, no próximo dia 1º. (Foto: Assessoria/Fiea)

O presidente da Federação das Indústrias de Alagoas (Fiea), José Carlos Lyra de Andrade, defendeu a criação de uma verba específica para a área de segurança pública, a exemplo do que ocorre com os recursos da Saúde e da Educação. A proposta do empresário foi feita nesta quinta-feira (21), quando Lyra, pela segunda vez este ano, recebeu na sede da entidade o secretário de Estado da Defesa Social, promotor de Justiça Alfredo Gaspar de Mendonça Neto.

Para contribuir com a formalização da proposta, José Carlos Lyra vai convidar deputados federais e senadores de Alagoas para um café da manhã, no próximo dia 1º. “A segurança pública precisa de verba carimbada, isso dará mais eficiência ao combate à criminalidade”, defendeu o presidente da Fiea.

“Nosso objetivo é ouvir dos gestores públicos estaduais o que vem sendo feito para assegurar um ambiente propício aos negócios e ao bem estar social”, disse Lyra, sobre a visita do responsável pela segurança pública. O industrial declarou que a entidade representativa do empresariado alagoano procura estar permanentemente em sintonia com a sociedade alagoana. Para ele, o promotor Alfredo Gaspar “é titular de uma das mais espinhosas áreas do governo”.

Na reunião, realizada na Casa da Indústria, no bairro do Farol, o empresariado alagoano recebeu informações sobre o trabalho que vem sendo feito na área da segurança pública para baixar os índices de criminalidade, principalmente de homicídios. O secretário voltou a destacar a redução do número de assassinatos em Alagoas (-21,61%) e em Maceió (-31,85) nos últimos quatro meses, na comparação com o mesmo período do ano passado.

“Todos os índices são decrescentes”, afirmou Alfredo Gaspar, apontando o apoio que vem recebendo das instituições policiais como principal razão do êxito alcançado até agora pela Secretaria de Defesa Social e Ressocialização. Mas o secretário também revelou aos empresários reunidos na Fiea sua preocupação com os parcos recursos que a segurança pública dispõe para dar combate ao crime.

Para ele, muito mais pode ser feito se as polícias tiverem avanços em logística. Ele afirmou que as duas instituições enfrentam uma defasagem de até 45% em estrutura e pessoal, pela falta de investimentos nos últimos 20 anos. Mesmo assim, salientou Alfredo Gaspar, as polícias alagoanas têm demonstrado sua capacidade e o comprometimento de seus integrantes com a redução da criminalidade.
“Os resultados positivos são fruto da força de vontade de todos. O que foi dado às polícias nestes 20 anos é pouco diante da necessidade e do crescimento do Estado”, afirmou o secretário. Mais uma vez ele manifestou apoio aos policiais que estão nas ruas, refutando as críticas de que a polícia mata.

No entendimento de Alfredo Gaspar, o policial tem sempre razão, até que uma sindicância prove que errou. “Aí ele será responsabilizado conforme a lei. Mas inicialmente o policial tem todo meu apoio pra cumprir sua função”, declarou.

Ao final da reunião, o secretário agradeceu o apoio do empresariado, e se colocou à disposição para participar da reunião que o presidente José Carlos Lyra vai propor aos integrantes da bancada federal.

Deixe o seu comentário