20 de julho de 2015 • 6:40 pm

Brasil

Marcelo Odebrecht é indiciado na lava jato por fraude e lavagem de dinheiro

A Odebrecht, dona da Brasken em Alagoas, tem hoje uma divida de R$ 80 bilhões e é acusada de comandar o cartel do esquema de corrupção na Petrobrás.

Por: Da Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

O executivo Marcelo Bahia Odebrecht, presidente do maior grupo empresarial do País, foi formalmente indiciado pela Polícia Federal pelos crimes de  fraude a licitação, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva, crime contra a ordem econômica e organização criminosa.

Caso venha a ser condenado pelo juiz Sergio Moro, Odebrecht pode pegar vários anos de prisão. Nesta segunda-feira, Moro condenou a 15 anos de prisão vários dirigentes da Camargo Corrêa, outra gigante da construção e as penas só foram atenuadas para os executivos que fizeram acordos de delação premiada.

Além de Marcelo Odebrecht, foram indiciados Rogério Santos de Araújo, Alexandrino de Salles Ramos de Alencar, Márcio Farias da Silva, César Ramos Rocha, Celso Araripe de Oliveira, Eduardo de Oliveira Freitas Filho e João Antônio Bernardi Filho.

Com uma dívida de R$ 80 bilhões, a Odebrecht, que é dona da Brasken em Alagoas, vive o momento mais delicado de sua história. Além dos prejuízos de imagem e financeiros que sofrerá com a Lava Jato, a atuação da empresa vem sendo questionada em vários países da África e da América Latina.

Segundo o delegado Igor Romário de Paula, Marcelo Odebrecht tinha domínio completo de todas as atividades da empreiteira, relacionadas ao escândalo da Petrobras.

Deixe o seu comentário